terça-feira, 8 de março de 2011

Quando, subitamente, os enigmas do mundo são desvendados por estranhos

"Les Nuits de la Pleine Lune" (1984) de Eric Rohmer

"Le Rayon Vert" (1986) de Eric Rohmer

2 comentários:

ativista disse...

Muito da hora teu blog,arrasou.
Seguindo certo,segue ai tbm.
http://hiphopactivistface.blogspot.com/
vlw

Sabrina D. Marques disse...

Este título lembrou-me imediatamente uma maravilhosa e enigmática cena do Toute Une Nuit, Chantal Akerman....
Dentro do café. Ele, Ela. Bebem. Sós. Acabadas as bebidas, ele levanta-se. Ela também de imediato. Ele recua um pouco. Ela já está de pé. Olham-se pela primeira vez. Magia, o abraço. Entrega, uma dança.
Um milagre mudo que acontece num só plano.


http://1.bp.blogspot.com/_TL0AkyHCtJs/TFStF6cjUPI/AAAAAAAAN1Y/kiS_InRd1Cs/s1600/Captura+de+ecrã+-+2010-07-31,+22.41.43.png

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...