sábado, 18 de outubro de 2008

A noite, a cidade e uma certa ressonância bíblica

"King of New York" (1990) de Abel Ferrara

"Miami Vice" (2006) de Michael Mann

3 comentários:

Nuno Gonçalves disse...

A fotografia do Miami Vice ainda me dá arrepios na espinha. Nunca a luz da cidade foi tão pulsante no grande ecrã.

Luís disse...

gosto da noite de ferrara, mas a de mann é transcendente

Luís Mendonça disse...

Uma coisa é certa: são dois dos mais noctívagos realizadores norte-americanos. Não me lembro de haver dia em "Miami Vice",em "Collateral" ou em "Heat". E mesmo em "Manhunter" recordo-me que o dia estava associado ao assassínio que o polícia investiga. Em Ferrara, a noite tem um papel ainda mais evidente: simplesmente, todos os seus filmes rejeitam a luz do dia, como vampiros (não estou só a falar de "The Addiction", estou a falar de "Bad Lieutenant", "R-Xmas", "Mary", o último "Go Go Tales", etc...).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...